segunda-feira, 9 de abril de 2007

Test Drive: Hypados 2007

Direto das paradas britânicas, os discos mais ouvidos e mais falados pela imprensa nacional e internacional. Dei uma boa ouvida nos discos e publicarei por aqui as minhas impressões. Hoje tem o Mika, que é o novo queridinho pop; e Amy Winehouse, que vem colocar o soul e o jazz de novo no topo. Então é isso aí..

E nos próximos posts tem as resenhas do novo do Clap your hands say yeah, Patrick Wolf, e do novo do Arcade Fire!


Mika - 'Life in a Cartoon Motion' -- O disco é colorido em todos os aspectos. Pop de primeira qualidade que a crítica acertou em cheio ao comparar com Freddie Mercury, Scissor Sisters e Elton John. Fica perto do brega em algumas partes, quando fica mais parecido com Elton John. O Freddie Mercury aparece nos incríveis falsetes que esse cara consegue, e o Scissor Sisters pelo lado glam e eletrônico que está em todo o disco. Escutando esse cd, também me lembrei daquele grupo, o The Darkness, e pensei no Marc Bolan e seus amiguinhos do T-rex, se eles tivessem deixado o rock e virado pop e finalmente no filme "Café da manhã em Plutão".O coquetel só podia dar em festa. Nota: 8,5


Amy Winehouse - 'Back to Black' -- A música negra volta a estar em alta nesse disco de Amy Winehouse. Ao contrário do que se pensa quando se vê a moça e se lê sobre a pessoa dela (uma espécie de Pitty from UK), super junkie e revoltadinha. O hit é a primeira faixa "Rehab", que é realmente uma das melhores do cd. A faixa título é igualmente interessante, e o disco como um todo é bem homogêneo e em todas as faixas podemos ouvir sua voz poderosa e a música soul e o jazz bastante presentes. Quase um Ray Charles de saias. Nota: 9,0

Nenhum comentário: