segunda-feira, 2 de abril de 2007

A Fórmula Cult

Estava lendo a revista Época e me deparei de novo com Selton Mello e uma matéria de duas péaginas sobre "O Cheiro do Ralo". É uma surpresa tamanha notoriedade, pois o filme é bem alternativo e marginal. Aliás, aqui em Belo Horizonte ainda não estreou... achei que seria sexta-feira, mas acho que vou ter que esperar outra semana. Mas, voltando à matéria feita pela revista, há um quadro no rodapé com umas dicas para quem quer fazer um filme cult. Achei divertida a lista. Veja abaixo o que é preciso para o seu filme virar um "cult":

Elenco.
Os protagonistas podem ser atores conhecidos, mas invista nos esquecidos, não profissionais ou menos conhecidos.

Tema.
Os melhores enredos são os intrincados ou absurdos. Afinal, filmes cults precisam de cultuadores, e cultuadores precisam ter o que discutir.

Orçamento.
Superproduções e o cult não combinam. Opte por um orçamento pequeno.

Boas frases.
Frases curtas e cheias de significado ou divagações sobre o Big Mac e temas da cultura pop fazem toda a diferença.

Seja natural.
Esqueça as regras. Quem planeja fazer um filme cult faz um filme pretensioso e chato.

Nenhum comentário: