terça-feira, 27 de março de 2007

Prezado Sr. Filho da P....

Imagina receber uma carta (de cobrança ainda), com estes dizeres aí do título. Bom, aconteceu uma história parecida. O indivíduo teria recebido em sua casa, a sua conta de telefone da TIM, e no lugar de seu nome, estava escrito "Filho da Puta que Pariu", e pra piorar com o valor de 720 reais, sendo que o plano do coitado era de 44. Eu só sei que eu nunca quero ter inimigos trabalhando na companhia telefônica, provedor de internet e companhia elétrica! Leia a matéria na íntegra na Folha Online . Abaixo um trecho do texto da ação judiciária do lesado contra a empresa. (o advogado pede 300 mil)

"Ocorre que, quando do atendimento pessoal, o funcionário da ré [no caso, a TIM] [...], ao acessar os dados do autor no sistema informático, pôs-se a rir inexplicavelmente, chamando, de forma sorrateira, outros empregados para olharem o conteúdo do monitor do computador"

Rá Rá Rá!!

Nenhum comentário: